Programação | CCON
19/07

Exposição MAC-GO

Exposição Reconhecimento de Padrões

  • Exposição Reconhecimento de Padrões

 

Sinopse do evento

SERVIÇO: Exposição Reconhecimento de Padrões

ABERTURA: 19 de julho a partir das 17 horas

PERÍODO DA EXPOSIÇÃO: 20 de julho a 17 de agosto de 2014

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: de terça a domingo, das 10hs às 16hs.

Agendamento para visitas guiadas pelos telefones: 3201.4918 e 3201.4923

LOCAL: Galeria Cleber Gouvêa - Museu de Arte Contemporânea de Goiás - Centro Cultural Oscar Niemeyer

ENDEREÇO: Avenida Deputado Jamel Cecílio, nº 4490, Setor Fazenda Gameleira, Goiânia-Goiás.

CONTATOS:

Museu de Arte Contemporânea de Goiás: 62.3201.4918 

Gilmar Camilo (curador): 62.3201.4933 e 62. 9645.3312

Mídias Sociais

facebook    youtube   

 

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE GOIÁS ABRE EXPOSIÇÃO RECONHECIMENTO DE PADRÕES DO ARTISTA FERNANDO VELÁZQUEZ

 

O Museu de Arte Contemporânea de Goiás (MAC|Goiás) e o Centro Cultural Oscar Niemeyer inauguram no próximo sábado, dia 19 de julho, a partir das 17 horas,  Reconhecimento de Padrões, exposição inédita composta por uma vídeo instalação interativa em doze canais de vídeo e cinco de áudio, e um conjunto de imagens digitais do artista multidisciplinar Fernando Velázquez, com curadoria de Gilmar Camilo. Para a abertura, o artista uruguaio radicado em São Paulo convidou o artista e pesquisador goiano Kleber Damaso para apresentar a performance Homem Cara de Tijolo, que acontece a partir das 18hs. Durante a abertura, também será lançada a convocatória para o programa internacional de residências Trans Estéticas - Conexão Samambaia. 

 

Em Reconhecimento de Padrões, Velázquez amplia a sua pesquisa no âmbito dos sistemas interativos e da experimentação com dispositivos alternativos de imagem em movimento com os quais comenta o fenômeno da crescente mediação da realidade imposta pelos dispositivos tecnológicos.

 

Na instalação interativa, o artista aponta para a complexa relação entre o ser humano, o ambiente e os sistemas digitais que atravessam e regem o mundo contemporâneo. Repetição e diferença, sincronicidade e aleatoriedade, são alguns dos recursos que utiliza para editar as imagens de natureza captadas, hora desde o ar através de um drone (perspectiva da máquina), hora desde o chão (matriz da perspectiva humana). A circulação do visitante na sala interfere na paisagem projetada em 12 planos introduzindo ruído no circuito, as imagens se aceleram ao contaminar-se da presença humana reconfigurando temporariamente o espaço.

 

Por outro lado, o conjunto de imagens impressas se comporta como documentos que se configuram entre o estético e o científico. Transparecem a busca de padrões, sem evidenciar claramente uma estrutura lógica propondo um espaço de reflexão que nos convoca sutilmente a observar o cotidiano com renovada atenção.

 

A exposição e o conjunto de outras ações programadas no MAC|Goiás marcam o início da parceria entre o Museu de Arte Contemporânea de Goiás e o Conexão Samambaia, Projeto de Cultura e Extensão da Universidade Federal de Goiás (UFG). Dentre essas ações, estão previstos jogos e outras atividades educativas com crianças e adolescentes, que serão realizadas no decorrer da exposição e monitoradas por alunos dos Cursos de Direção de Arte e Artes Cênicas da UFG.

 

O Projeto Conexão Samambaia está em sua terceira edição, é contemplado pela Lei Goyazes de Incentivo à Cultura, sob coordenação de Kleber Damaso, produção de Guilherme Wohlgemuth e BARROCA. O Projeto aposta no trânsito e na duração do encontro entre artistas como potencializadores da experimentação e transformação de linguagens contemporâneas de arte. E que se afirma como um espaço de reflexão sobre as interfaces de arte, natureza e tecnologia.

 

Para compor o coletivo de artistas que integrarão a residência em colaboração com Fernando Velazquez, o projeto irá receber entre os meses de setembro e outubro de 2014 o grupo alemão Transforma, residente em Berlim, que trabalha com colisão de imagem e som em performances multimídias, a bailarina e coreógrafa brasileira Sônia Mota, residente em Colônia, o também uruguaio Francisco Lapetina e os artistas locais Juliano Moraes, Fabiola Morais, Benedito Ferreira, Paulo Guicheney e o Grupo Impact(o) de percussão espacializada. 

 

A convocatória para o programa internacional de residências Trans Estéticas - Conexão Samambaia que será lançada durante a abertura da exposição de Velázquez é destinada para bailarinos, atores e performers que, sob coordenação da bailarina e coreógrafa Sônia Mota desenvolverão um estudo coreográfico durante a residência da artista convidada na cidade de Goiânia. A convocatória ficará aberta de 19 de julho a 15 de agosto.

 

A exposição Reconhecimento de Padrões fica em cartaz do dia 20 de julho a 17 de agosto, na Galeria Cleber Gouvêa do Museu de Arte Contemporânea de Goiás, de terça a domingo, das 10hs às 16hs.

 

 

Informações

www.conexãosamambaia.wordpress.com

 

 

 

SERVIÇO: Exposição Reconhecimento de Padrões

ABERTURA: 19 de julho a partir das 17 horas

PERÍODO DA EXPOSIÇÃO: 20 de julho a 17 de agosto de 2014

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: de terça a domingo, das 10hs às 16hs.

Agendamento para visitas guiadas pelos telefones: 3201.4918 e 3201.4923

LOCAL: Galeria Cleber Gouvêa - Museu de Arte Contemporânea de Goiás - Centro Cultural Oscar Niemeyer

ENDEREÇO: Avenida Deputado Jamel Cecílio, nº 4490, Setor Fazenda Gameleira, Goiânia-Goiás.

CONTATOS:

Museu de Arte Contemporânea de Goiás: 62.3201.4918 

Gilmar Camilo (curador): 62.3201.4933 e 62. 9645.3312