Programação | CCON
29/11 a 09/03

Exposição Múltiplo Leminski

Museu de Arte Contemporânea de Goiás

  • Museu de Arte Contemporânea de Goiás

 

Sinopse do evento

De 29 de novembro de 2013 a 09 de março de 2014;

das 10h às 16h.

Entrada: gratuita

 

http://www.multiploleminski.com.br/

 

https://www.facebook.com/multiploleminski

 

http://www.flickr.com/photos/multiploleminski/

Mídias Sociais

facebook   

 Múltiplo Leminski 

 

Maior exposição já feita sobre o artista curitibano entra em cartaz no dia 29 de novembro, no Centro Cultural Oscar Niemeyer; programação prevê visitas guiadas, show e intervenções urbanas

 

Em novembro, a exposição 'Múltiplo Leminski' rompe as barreiras do Paraná para propagar ainda mais o legado do multiartista curitibano Paulo Leminski (1944-1989). É só o começo de uma jornada que teve como ponto de partida Curitiba, em 2012, e vai passar pelas regiões Centro-Oeste e Nordeste com a missão de aproximar e compartilhar a vida e obra de Leminski com o público brasileiro. No dia 29, a mostra itinerante entra em cartaz no Museu de Arte Contemporânea do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), em Goiânia (GO), por meio do Programa Petrobras Cultural, que, em 2014, também levará o Múltiplo Leminski para Recife, em Pernambuco.

 

"É a primeira vez que vai acontecer uma exposição sobre o Leminski nestas regiões. Com a itinerância, a exposição se tornou um grande instrumento de divulgação e ampliação do conhecimento sobre a vida e obra do artista. E paralelamente, a publicação dos livros e outras ações em torno do nome dele também trazem outros desdobramentos", observa Aurea Leminski, filha de Paulo Leminski, que divide a curadoria coletiva da exposição com a irmã, Estrela, e com a mãe, a poeta Alice Ruiz. A produção da mostra é realizada pela WhoIs Produções.

 

Neste ano, a nova área de Circulação de Exposições criada dentro da seleção pública do Programa Petrobras Cultural contemplou o Múltiplo Leminski com um projeto para exibir a mostra nas duas capitais. O objetivo da Petrobras é incentivar a formação de público, as cadeias produtivas e revigorar os espaços que vão receber as obras. Por isso, a Petrobras vai destinar mais de R$ 4 milhões a oito projetos de exposições que irão circular, até 2015, em destinos que incluem sempre um estado das regiões Norte ou Nordeste.

 

Foi no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba (PR), que a exposição Múltiplo Leminski nasceu e ficou sediada no Salão Principal 'Olho', entre outubro de 2012 a junho de 2013, período que contabilizou a visitação de quase 200 mil pessoas. De lá, foi para o Ecomuseu de Itaipu, em Foz do Iguaçu, onde permanece em cartaz por cem dias e já foi visitada por mais de 80 mil pessoas.Trata-se da maior exposição já feita sobre o artista, um trabalho fruto de anos de pesquisa e catalogação de toda produção de Paulo Leminski.

 

De acordo com a curadoria coletiva, é negociada a ida do Múltiplo Leminski ainda para outros museus, o que já garante a exibição da mostra em mais cidades brasileiras, praticamente sem intervalos, até 2015.  "Enfim, sua multiplicidade é contemplada e pode ser contemplada por quem o conheceu bem, por quem o conheceu um pouco, por quem o acha que conheceu, por aqueles que não tiveram essa oportunidade e agora têm", avalia Alice Ruiz.

 

O escritor curitibano apresenta uma produção extensa, plural e absolutamente relevante para a cultura brasileira, que abrange não só a literatura - arte que experimentou profundamente - mas outras inúmeras linguagens artísticas. A proposta da mostra é justamente revelar o multiartista, abrangendo todas as suas realizações e também sua intimidade. Por isso, a exposição foi estruturada em nichos de acordo com as áreas de atuação do artista, reprodução de locais de trabalho e obras específicas.

 

"Para alguns Leminski era, principalmente, um poeta. Mas, além de grande poeta, é bom lembrar que ele foi: um pensador de cultura, haikaísta, tradutor, biógrafo, jornalista de imprensa escrita e televisionada, ensaísta, contista, romancista, autor de experimentações verbais e visuais, 'polemista', roteirista de histórias em quadrinhos, judoca, professor, publicitário, compositor. E, em tudo isso, ele era inovador", resume Alice Ruiz.

 

Todas as facetas de Leminski

 

O visitante vai encontrar a mostra em Goiânia dividida em 17 espaços: 'Linha da Vida e Obra', 'Poesia', Música', 'Prosa', 'Catatau', 'Tradução', 'Biografia', 'HQs', 'Haikaista e Judoca', 'Publicidade', 'Jornalista', 'Professor', 'Escritório' e 'Biblioteca'. Neste último, encontram-se os livros do acervo pessoal do poeta. Em tempo, a ambientação e cenografia da exposição são assinadas pelo experiente designer Miguel Paladino, que buscou construir uma estética poética que pudesse condensar informações fundamentais para o entendimento sobre a vida, obra e processo criativo de Leminski.

 

Em 'Leminski on the Road', pode ser conferido o registro das exposições anteriores sobre o artista, enquanto que em 'Convivência' estão reunidas as fotografias de Dico Kremer e grafites inspirados na obra de Leminski. Já no espaço 'Infanto-Juvenil' há muitas atividades lúdicas. Leminski escreveu dois livros voltados para os pequenos: "Guerra dentro da gente" e "A lua foi ao cinema". Do primeiro livro, foi feita a animação Belowars, que está na mostra. As crianças vão se divertir, ainda, com as músicas de "Pirlimpimpim", um disco gravado por Guilherme Arantes, com músicas dele e letras de Leminski. A mais conhecida é "Xixi nas Estrelas".

 

Ainda para as crianças, a curadoria coletiva da mostra elaborou a revista "Tio Lema" que será entregue para o público infanto-juvenil do Múltiplo Leminski. No conteúdo, atividades próprias do universo infantil como 'caça-palavras' e 'desvende enigma'. "Mas no caso do Tio Lema, elas vão trabalhar com temática do Leminski para que tenham contato e despertem o interesse pela obra dele e também pela literatura em geral", explica Aurea Leminski.

 

Todos os objetos originais presentes na exposição, mais de mil peças, pertencem ao acervo particular da família: a máquina de escrever, livros escritos e traduzidos por ele, obras que faziam parte da biblioteca particular entre elas dicionários em várias línguas,

revistas, fotos, cadernos, recortes de jornais, entrevistas, cartas, poesias escritas em guardanapos, originais manuscritos e datilografados, histórias em quadrinhos, vídeos. O vasto repertório como letrista e compositor está representado por capas de LPs, CDs e fitas cassetes. Tudo está distribuído em inúmeros espaços cênicos e complementado por pinturas, painéis, vitrines e reproduções de grafites feitas pelos artistas locais.

 

Assim como o MON, o Centro Cultural, em Goiânia, também foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o que para a adaptação da exposição, na visão da curadoria coletiva, é fantástico. "Principalmente pela familiaridade entre os espaços, bem amplos. Em Goiânia encontramos um local que tem condições de receber exposições nacionais e internacionais, que inspira arte e cultura e tem à frente uma equipe comprometida em realizar projetos de grande expressividade", reconhece Aurea Leminski.

 

Programação - Por onde passa, a exposição promove uma série de ações paralelas com o intuito de envolver a cidade com a obra múltipla de Leminski. Em Goiânia, serão realizadas visitas monitoradas com as curadoras da mostra; intervenções urbanas, como grafites em espaços públicos; oficinas educativas, mostras audiovisuais e o show "Essa Noite Vai Ter Sol", que a cada edição convida artistas que foram parceiros de Leminski na música ou mesmo se identificam com a obra do artista.

 

O show da exposição em Goiânia está marcado para acontecer no dia 8 de março de 2014, no Palácio da Música, uma das melhores estruturas de show na cidade. No repertório, estão previstas composições inéditas e consagradas de Paulo Leminski. Responsável pela divulgação da obra musical do pai, Estrela Leminski é quem responde pela interpretação e direção do show "Essa Noite Vai Ter Sol".

 

Serviço:

 

Exposição Múltiplo Leminski

Local: Centro Cultural Oscar Niemeyer - Museu de Arte Contemporânea (Av. Dep. Jamel Cecílio Quadra Gleba, Lote 01, nº 4.490 - Setor Fazenda Gameleira). Telefone: 62 3201-4905/4901.

Quando: de 29 de novembro de 2013 a 09 de março de 2014; das 10h às 16h. Coquetel de abertura para convidados, no dia 28 de novembro.

Entrada: gratuita

 

http://www.multiploleminski.com.br/

 

https://www.facebook.com/multiploleminski

 

http://www.flickr.com/photos/multiploleminski/